Nova diretoria da AMB é empossada em cerimônia no STJ

Em cerimônia realizada no Superior Tribunal de Justiça (STJ) nesta terça-feira (12), o juiz Frederico Mendes Júnior foi empossado no cargo de presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) para o triênio 2023-2025.

O magistrado agradeceu o empenho da gestão que se encerra, liderada pela juíza Renata Gil, e disse que o objetivo dos novos dirigentes é dar continuidade às boas ações desenvolvidas, adaptando-as à realidade atual.​​​​​​​​​

Autoridades dos três poderes e do Ministério Público prestigiaram a posse dos novos dirigentes da AMB. | Foto: Emerson Leal / STJUm dos desafios citados por Frederico Mendes Júnior são os ataques que têm sido feitos ao Judiciário e aos magistrados. Para ele, é fundamental que a AMB exerça um papel firme na defesa das prerrogativas constitucionais dos juízes e de sua atuação.

“Há muito a ser feito. Precisamos de combatividade para enfrentar os desafios da magistratura”, comentou o novo presidente da AMB. Ele afirmou que a vitória nessa luta depende da união de todos e conclamou os juízes para uma gestão participativa e inclusiva.

A juíza Renata Gil agradeceu o trabalho da equipe da entidade nos últimos três anos – marcados pelo empenho em manter a Justiça funcionando durante a pandemia – e disse que a gestão que se inicia tem todas as condições para bem representar a categoria.

O discurso da juíza foi precedido pela apresentação de um vídeo sobre a sua gestão, com destaque para 17 vitórias no Congresso Nacional e para o monitoramento de mais de 2.300 proposições no legislativo federal.

“Já no início da gestão, conseguimos uma liminar para suspender a implementação do juiz de garantias”, comentou Renata Gil ao falar sobre algumas das ações da entidade nesse período.

Sociedade exige juízes íntegros e independentes

Anfitriã do evento, a presidente do STJ, ministra Maria Thereza de Assis Moura, elogiou a gestão comandada por Renata Gil – primeira mulher a dirigir a AMB – e desejou sucesso ao juiz Frederico Mendes Júnior na missão de lutar pelas prerrogativas dos magistrados.

“Isso para que todos os juízes brasileiros, da primeira à última instância, possam atuar como a sociedade e a Constituição exigem: de forma íntegra, independente e livre de pressões externas ao processo”, declarou.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso afirmou que a sociedade passou a perceber a importância de um Judiciário independente para a defesa da democracia e de suas instituições, resultado do trabalho de entidades como a AMB.

Também presente à cerimônia, o procurador-geral da República, Augusto Aras, desejou boa sorte à nova gestão em sua luta pelo exercício pleno da magistratura e pela construção de uma sociedade mais livre e mais justa.

O governador do Paraná, Ratinho Júnior, descreveu Frederico Mendes Júnior como um autêntico paranaense cujo currículo é marcado por dedicação e bons serviços prestados ao estado e à magistratura. A referência à atividade do novo presidente da AMB no Paraná também foi destacada por outras pessoas presentes ao evento.

Os ministros Humberto Martins, Luis Felipe Salomão, Mauro Campbell Marques, Sérgio Kukina, Reynaldo Soares da Fonseca, Antonio Saldanha Palheiro e Joel Ilan Paciornik acompanharam a posse, assim como diversas outras autoridades dos três poderes e do Ministério Público.

Generated by Feedzy