Vice-procuradora-geral da República e presidente da OAB cumprimentam os novos dirigentes do tribunal

A vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araújo, e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Beto Simonetti, saudaram a ministra Maria Thereza de Assis Moura e o ministro Og Fernandes como novos presidente e vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os dois discursaram na cerimônia de posse, realizada na tarde desta quinta-feira (25) na sede do tribunal.

Lindôra Araújo recordou o alto número de processos judiciais em tramitação no país e destacou que os novos dirigentes da corte enfrentarão muitos desafios, dentre eles o de viabilizar respostas ágeis às demandas da sociedade brasileira.

“Temos confiança de que a ministra Maria Thereza e o ministro Og Fernandes saberão garantir as condições para que os integrantes desta corte possam desempenhar com o zelo de sempre as atividades que levarão ao desfecho desses casos”, declarou.

Ela parabenizou ainda os ministros Humberto Martins e Jorge Mussi, presidente e vice-presidente do STJ no último biênio, pela gestão pautada no diálogo, na inovação, na transparência, na eficiência e na celeridade.

Ministra faz história ao se tornar a segunda mulher a presidir o STJ

O presidente da OAB lembrou que a ministra Maria Thereza de Assis Moura, segunda mulher a assumir a presidência do STJ (a primeira foi Laurita Vaz, no período 2016-2018), foi também a primeira mulher a ingressar no tribunal em vaga reservada à advocacia, fato que – segundo ele – ficará registrado na história da categoria.

“A ministra faz história ao se tornar a segunda mulher a presidir o Tribunal da Cidadania. A ministra Maria Thereza e o ministro Og Fernandes estão, seguramente, à altura dos desafios que virão”, declarou Beto Simonetti, comentando que a experiência da nova presidente como advogada em muito contribuirá para o sucesso de sua gestão.

O advogado também elogiou a gestão anterior. “Agradeço pela sensibilidade com que os senhores trataram as pautas da cidadania, dos direitos e das garantias fundamentais. Nessa gestão, apesar da pandemia, o STJ manteve a alta produtividade e implementou ferramentas que impactaram positivamente a prestação jurisdicional”, afirmou, dirigindo-se aos ministros Humberto Martins e Jorge Mussi.

Generated by Feedzy