XII Prêmio Conciliar é Legal premia instrutores do curso de formação de conciliadores (25/05/2022)

Ocorreu na tarde desta terça-feira (24) a cerimônia de premiação da 12ª edição do Prêmio Conciliar é Legal, realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O evento, transmitido ao vivo pelo canal https://www.youtube.com/user/cnj, busca homenagear a apresentação de práticas que podem contribuir para a solução consensual de conflitos.

Representando o Sistema de Conciliação (SISTCON) do TRF da 4ª Região, participou da cerimônia de forma remota a juíza federal Catarina Volkart Pinto, coordenadora do Núcleo de Justiça Restaurativa e da Coordenação de Formação em Conciliação e Mediação, junto ao SISTCON.

O TRF da 4ª Região foi vencedor na modalidade Boas Práticas, na categoria “Instrutores de Mediadores e Conciliadores” pelo case “Curso Formação de Conciliadores – Parte Teórica – em EaD”, desenvolvido pela servidora e instrutora Carla de Sampaio Grahl e promovido pelo Centro de Estudos Judiciários (CEJ) do Conselho da Justiça Federal (CJF).

O curso, composto por tutores dos cinco Tribunais Federais, é destinado aos servidores da Justiça Federal e tem por objetivo desenvolver nos alunos competências para que empreguem adequadamente o método consensual de solução de conflitos, em especial a conciliação, no âmbito da Justiça Federal, com vistas à pacificação social e ao amplo acesso à Justiça.

O ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, mencionou que “este prêmio tem como escopo estimular a adoção e a disseminação de ações inovadoras replicáveis e relevantes no aspecto da economicidade voltadas à promoção da paz social”, ao celebrar a premiação.

 

O Prêmio Conciliar é Legal

O Prêmio “Conciliar é Legal” é realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) visando reconhecer as práticas que contribuem para a solução consensual de conflitos, homenageando iniciativas que contribuam para a efetiva pacificação de conflitos, o aprimoramento e a eficiência do Poder Judiciário. 

Entre os critérios analisados no julgamento estão: inovação, eficiência, restauração das relações sociais, replicabilidade, alcance social, desburocratização e a ausência ou baixo custo para implementação.

 

Lista dos vencedores:

Aline Alves de Melo Miranda Araújo

Arthur Napoleão Teixeira Filho

Alexandre Hartmann Monteiro

Bruno Takahashi

Carla Sampaio Grahl

Dartanhan Vercingetórix de Araújo e Rocha

Geovana Faza da Silveira Fernandes

Gisele Maria da Silva Araújo Leite

Herbert Cornelio Pieter de Bruyn Júnior

Márcia Elizabeth dos Santos

Márcio Gomes da Silva

Mônica Lacerda de Medeiros Salgado

Rosemeire de Melo Maeda Gushiken

Wilson Nogueira de Aquino Junior

Fotos cedidas pelo SISTCON ()

Generated by Feedzy