Confira o funcionamento da Justiça do Trabalho de São Paulo

 

A Justiça do Trabalho da 2ª Região está com 100% da capacidade de lotação em regime presencial em suas unidades judiciárias e administrativas. As audiências na 1ª instância ocorrem das 8h às 18h, de forma presencial, telepresencial ou semipresencial, com a presença de magistrados(as) de acordo com a designação (Resolução GP/CR nº 6, de 11 de maio de 2022). 

A Resolução GP/CR nº 5, de 20 de abril de 2022, instituiu a Etapa 7 do Plano de Retorno Gradual às Atividades Presenciais do Regional.

Veja as principais perguntas e respostas sobre audiências, atendimento ao público e outras atividades no TRT-2:
 

 1- O atendimento ao público está sendo prestado de que forma? 

Os balcões de atendimento das varas do trabalho da 2ª Região estão abertos de segunda a sexta-feira, das 11h30 às 18h. As varas continuam prestando atendimento por telefone e por e-mail, nesse mesmo horário. 

Também é possível ser atendido a distância, por meio do Balcão Virtual, dentro do mesmo intervalo (11h30 às 18h).

Outra forma de obter informações é por meio do Posto Avançado Sede, pelos telefones (11) 3150-2054 e (11) 3150-2055.

Se necessário, fale com a Ouvidoria, usando o formulário do site (clique para acessar), telefone (11) 3150-2000, nos ramais 2313 e 2312 ou e-mail ouvidoria@trtsp.jus.br.

O plantão judiciário atende casos urgentes aos fins de semana, feriados e recessos (dias sem expediente). Clique aqui para saber mais.
 

2 – Como está o atendimento na 2ª instância?

As atividades e sessões de julgamento da 2ª instância (Ed. Sede) seguem apenas de forma remota, observando os termos do Ato GP nº 8/2020 (art. 12 e seguintes).

O mesmo ocorre com o funcionamento da unidade da av. Rio Branco que, por atuar como extensão da 2ª instância, permanece com atividades executadas a distância. 
 

3 – Como estão sendo realizadas as audiências?

As audiências podem ocorrer entre 8h e 18h, sendo realizadas prioritariamente de forma presencial. 
 

4 – Posso requerer que minha audiência seja feita na modalidade telepresencial ou semipresencial?

Sim. Na modalidade telepresencial, todos os participantes membros do Ministério Público, advogados, partes, testemunhas e peritos não comparecem às dependências do fórum.

Já na modalidade semipresencial, pelo menos um dos participantes comparece fisicamente à unidade judiciária (art. 5º, IV, da Resolução nº 322, de 2020, do Conselho Nacional de Justiça).

Também é possível requerer o Juízo 100% Digital, modalidade em que todos os atos processuais são feitos por meios eletrônicos e a distância, inclusive audiências e sessões de julgamento. Veja aqui mais informações.
 

5 – Como participo de uma audiência telepresencial?

Quando a audiência é telepresencial, a participação ocorre por videochamada, ou seja, a distância. Você não deve comparecer presencialmente à vara do trabalho nesse caso. Deve seguir as orientações encaminhadas pela unidade judiciária ou pelo(a) advogado(a) para participar da sessão.

O aplicativo utilizado para videochamada é o Zoom. Veja aqui alguns tutoriais em vídeo e aqui em texto para obter e usar a ferramenta. No caso de problemas técnicos, contate o Service Desk pelo telefone: (11) 2898-3443 ou pelo formulário eletrônico.
 

6 – Como é feito o acesso às sessões virtuais das turmas e seções especializadas?

As sessões virtuais são realizadas pelo Processo Judicial Eletrônico (PJe), com duração de sete dias (art. 13 do Ato GP nº 8/2020). A pauta de julgamentos pode ser consultada clicando este link, selecionando a opção “2º grau”, a unidade correspondente e a data.

Atenção: sessões virtuais são diferentes de sessões telepresenciais. Para o primeiro tipo (sessão virtual), não há envio de link de acesso, tudo é feito pelo PJe. Já na segunda forma (sessão telepresencial), o procedimento ocorre pelo Zoom e é enviado link previamente.

A sessão virtual (no PJe) poderá ser adiada e remetida para sessão telepresencial (por videochamada), se houver pedido de sustentação oral efetuado até 48 horas antes do término da sessão virtual.
 

7 – Como está sendo feito o atendimento do Arquivo Geral (Seção de Consulta e Atendimento)?

O atendimento ao público no Arquivo Geral é feito de forma exclusivamente presencial, das 11h30 às 18h (rua Doutor Edgard Theotônio Santana, 387, capital).

A vista dos autos arquivados é disciplinada pelos termos do artigo 57 do Provimento GP/CR nº 13, de 30 de agosto de 2006 (Consolidação das Normas da Corregedoria).
 

8 – Quais as exigências para entrar nos fóruns e demais unidades do TRT-2?

É preciso apresentar carteirinha de vacinação ou teste negativo para covid-19.

As medidas valem para magistrados, servidores, advogados, membros do Ministério Público do Trabalho, estagiários, colaboradores, terceirizados, jurisdicionados e todos os demais interessados. Apenas pessoas com menos de 18 anos de idade estão dispensadas da exigência.

Também é preciso utilizar máscara facial de proteção durante a permanência nas unidades.
 

9 – Todas as atividades na 2ª Região estão sendo realizadas de forma presencial?

As unidades judiciárias e administrativas estão com 100% da capacidade de lotação no regime presencial, com exceção dos servidores que optaram pelo regime de teletrabalho integral ou parcial de acordo com a norma vigente (Ato GP nº 33/2021).

Eventos e cursos da Escola Judicial (Ejud-2) podem ser realizados de forma remota, híbrida ou presencial, a depender de cada caso. Consulte a página da Ejud para acompanhar as novas capacitações e como são oferecidas.
 

10 – Como são realizados os leilões judiciais?

Os leilões ocorrem apenas no formato eletrônico desde a edição do Provimento GP/CR nº 7/2021. Para participar, é necessário cadastrar-se no portal de cada leiloeiro responsável pelo leilão. 

O TRT-2 disponibiliza essa informação no calendário dos eventos de cada semestre. As informações são encontradas na aba Serviços / Leilões Judiciais (ou clique aqui).

 

 

Generated by Feedzy